©
Amar é querer estar sempre contigo, É sofrer à distância, É a necessidade de gritar ao mundo o seu nome, é escrever seu nome por todo o mundo e por toda a parte. Amar é sentir esse fogo que me incendeia por dentro e que inflama o coração deixando-o em brasas. É desejar teus lábios e sentir teu sabor. É sonhar contigo mesmo estando acordado. Amar é então, essa vontade louca que eu sinto por você.
Anderson Possmoser.   
Ela só quer, como toda mulher, ser vista. Ser notada. Ser elogiada. Ser sentida. Ser amada. Ser reconhecida. Ela só quer que alguém pegue sua autoestima no colo e faça um cafuné.
Clarissa Corrêa.  
Menina chorona
que chora
e sonha.
E se realmente gostarem? Se o toque do outro de repente for bom? Bom, a palavra é essa. Se o outro for bom para você. Se te der vontade de viver. Se o cheiro do suor do outro também for bom. Se todos os cheiros do corpo do outro forem bons. O pé, no fim do dia. A boca, de manhã cedo. Bons, normais, comuns. Coisa de gente. Cheiros íntimos, secretos. Ninguém mais saberia deles se não enfiasse o nariz lá dentro, a língua lá dentro, bem dentro, no fundo das carnes, no meio dos cheiros. E se tudo isso que você acha nojento for exatamente o que chamam de amor? Quando você chega no mais íntimo, no tão íntimo, mas tão íntimo que de repente a palavra nojo não tem mais sentido. Você também tem cheiros. As pessoas têm cheiros, é natural. Os animais cheiram uns aos outros. No rabo. O que é que você queria? Rendas brancas imaculadas? Será que amor não começa quando nojo, higiene ou qualquer outra dessas palavrinhas, desculpe, você vai rir, qualquer uma dessas palavrinhas burguesas e cristãs não tiver mais nenhum sentido? Se tudo isso, se tocar no outro, se não só tolerar e aceitar a merda do outro, mas não dar importância a ela ou até gostar, porque de repente você até pode gostar, sem que isso seja necessariamente uma perversão, se tudo isso for o que chamam de amor. Amor no sentido de intimidade, de conhecimento muito, muito fundo. Da pobreza e também da nobreza do corpo do outro. Do teu próprio corpo que é igual, talvez tragicamente igual. O amor só acontece quando uma pessoa aceita que também é bicho. Se amor for a coragem de ser bicho. Se amor for a coragem da própria merda. E depois, um instante mais tarde, isso nem sequer será coragem nenhuma, porque deixou de ter importância. O que vale é ter conhecido o corpo de outra pessoa tão intimamente como você só conhece o seu próprio corpo. Porque então você se ama também.
Caio Fernando Abreu.  
Ela será única. Você conhecerá outras pessoas, terá um flashback com a sua ex namorada, terá uma nova namorada, mas ela continuará sendo a sua preferida. Provará outros beijos, se sentirá frustrado, algumas vezes, ao perceber que aquela loira linda da festa não beija tão bem assim. Passará a mão em outros cabelos, alguns mais longos, outros mais curtos, mais cheios, mas de qualquer forma, sentirá falta dos cabelos dela, que de tão pouco se perdiam nos seus dedos. Você sentirá outros perfumes, amadeirados, cítricos, doces, e sentirá falta do cheiro da pele dela, que tinha um cheiro tão bom que te fazia fechar os olhos e suspirar fundo. Você chorará, toda noite, baixinho, sentindo a maior saudade que você já sentiu em toda a sua vida. Olhará para os lados, verá a vida passando, e sentirá uma falta quase mortal da vida que ela te proporcionava todos os dias. Você entenderá que a amava. Você entenderá que a ama. Você entenderá que ela será eterna. E-t-e-r-n-a. Você, ao conhecer outras com o mesmo nome, sentirá um aperto no peito ao dizer que esse nome é lindo, sentirá suas mãos tremerem ao lembrar que dizia que esse seria o nome da filha de vocês. O seu celular, ao tocar, após anos, após milhares de vezes, ainda desejará realizar uma ligação de vocês, aonde ela dirá que ainda te espera, e você dirá que está indo buscá-la, assim como em um texto que um dia ela escreveu. Você irá ler, palavra por palavra de tudo que ela escreveu um dia, e se surpreenderá ao ver que ela suplicava por você. Você se sentirá um idiota. Mas ela, ela continuará sendo única. Ela continuará sendo sua. Você continuará sendo dela. Mas a vida continuará. Ela fará um esforço descomunal para te esquecer, talvez, por alguns anos, ou até que toque a música de vocês, conseguirá. Lembrará de vocês com uma pequena tristeza mas com um grande afeto, assim como ela sempre disse, você ainda será a escolha dela, mas infelizmente, a vida lhe deu outras opções … Reticências, sua vida será repleta delas, assuntos não terminados, desejos não obedecidos, o maior e único amor da sua vida, perdido pela sua incapacidade de amar alguém. Você virá um dia para perto da casa dela, pensará uma, duas, três, mil vezes em um jeito de tentar achá-la, de descobrir se após tantos anos, ela ainda irá morar ali. Ela, irá para perto da sua casa, passará na sua rua uma, duas, três, mil vezes, na intenção de que você a veja e diga : ” Finalmente “. Ela passará mesmo na sua rua, porque sempre foi mais decidida que você, você ficará só planejando.
Camila Costa. 
Ei amor, senta aqui vamos conversar tenho tanta coisa pra te falar…
Sabe você é incrível, é maravilhoso, tem uma força que me supreende, a maneira que você enfrenta os seus problemas e as perdas me fascina, sua alegria, sinceridade e o seu jeto sério de ser me encanta. Tento da melhor forma dizer o quanto você é especial mas sempre chego a conclusão que nada que eu pudesse escrever iria mostrar o quanto você é especial para mim. O que mais me da força pra continuar escrevendo é o amor e o encanto que eu tenho pela pessoa que você é, e não estou falando de beleza, falo de algo mais forte sabe? Falo da sua alegria que passa ao sorrir, da verdade que passa no seu olhar, que por sinal eu amo! Falo também do homem guerreiro e forte que você é e do caráter que você tem. Enfim você é a melhor parte de mim, te odeio de vez em quando, mas te amo o tempo todo.
Para alguém que talvez nunca irá ler.
Eu adoro você. Eu amo deitar ao seu lado, e eu poderia fazer isso durante toda a eternidade. Você e eu, nós fomos feitos assim e naturalmente, eu não sei o que fazer quando você vai embora. Quando você diz que me ama, sei que eu te amo mais. E quando você diz que precisa de mim, sei que eu preciso de você ainda mais. Garoto, eu te adoro.
Miley Cyrus.
Eu gosto do seu sorriso que me tira a paz, gosto do seu jeito de lidar comigo, gosto também do seu jeito de lidar com tudo ou ter sempre uma resposta na ponta da língua, gosto de quando diz que me ama, gosto de como você me deixa irritada com uma facilidade tão grande e a leva embora do mesmo jeito, gosto do frio na barriga que você me trás com apenas um “oi”, gosto muito mais de gostar de você. Aliás, eu te amo.
Reforcei.
Acho que sou muito sentimental.
As Vantagens de Ser Invisível.